´╗┐

DOGUE DE BORDEAUX



RESUMO HIST´┐ŻRICO o Dogue de Bordeaux ´┐Ż um dos mais antigos c´┐Żes franceses, prov´┐Żvel descendente dos Alanos e, em particular, do dogue de ca´┐Ża ao javali sobre o qual o Gaston Ph´┐Żbus (ou F´┐Żbus) Conde de Foix disse, no s´┐Żculo XIV, em seu ´┐ŻLivro de Ca´┐Ża´┐Ż, que: ´┐Żele tem a mordida mais forte que tr´┐Żs lebr´┐Żis juntos´┐Ż. A palavra ´┐Żdogue´┐Ż aparece no fim do s´┐Żculo XIV. Em meados do s´┐Żculo XIX, estes antigos dogues n´┐Żo eram reconhecidos em outro lugar al´┐Żm da Aquitania. Foram utilizados na ca´┐Ża de grandes animais (javali), em combates (frequentemente codificados), na guarda de casas e do gado, e a servi´┐Żo dos a´┐Żougueiros. Em 1863, aconteceu em Paris, no ´┐ŻJardin d´┐ŻAcclimatation´┐Ż, a primeira exposi´┐Ż´┐Żo canina francesa. Os Dogues de Bordeaux participaram com seu nome atual. Existiam diferentes tipos: tipo de Toulouse, tipo de Paris e o tipo de Bordeaux, que ´┐Ż a origem do Dogue atual. A ra´┐Ża que tinha sofrido bastante durante as duas guerras mundiais, a ponto de ter sido amea´┐Żada de extin´┐Ż´┐Żo ap´┐Żs a segunda guerra, retomou seu desenvolvimento nos anos 60. 1 o padr´┐Żo (´┐Żcaracter´┐Żsticas dos verdadeiros dogues´┐Ż), por Pierre M´┐Żgnin, O Dogue de Bordeaux, 1896. 2 o padr´┐Żo, por J. Kunstler, Estudo cr´┐Żtico do Dogue de Bordeaux, 1910. 3 o padr´┐Żo, por Raymond Triquet, com a colabora´┐Ż´┐Żo do Doutor Veterin´┐Żrio Maurice Luquet, 1971. 4 o padr´┐Żo reformulado de acordo com o modelo de Jerusal´┐Żm (F.C.I.), por Raymond Triquet, com a colabora´┐Ż´┐Żo de Philippe S´┐Żrouil, Presidente do Clube Franc´┐Żs do Dogue de Bordeaux e seu Comit´┐Ż, 1993. Clarifica´┐Ż´┐Żes foram adicionadas ao padr´┐Żo em 2007 por Raymond Triquet (Presidente Honor´┐Żrio da SADB), Sylviane Tompousky (Presidente da SADB) e Philippe S´┐Żrouil (membro do Comite da SADB).


APAR´┐ŻNCIA GERAL: tipicamente um moloss´┐Żide braquicef´┐Żlico concavil´┐Żneo. O Dogue de Bordeaux ´┐Ż um c´┐Żo muito poderoso, com um corpo muito musculoso conservando, por´┐Żm, um conjunto harmonioso. ´┐Ż constru´┐Żdo mais pr´┐Żximo ao solo; a altura do esterno ao solo ´┐Ż ligeiramente menor que a profundidade do peito. Travesso, atl´┐Żtico e imponente, tem um aspecto muito dissuasivo.


PROPOR´┐Ż´┐ŻES IMPORTANTES ´┐Ż o comprimento do tronco, desde a ponta dos ombros at´┐Ż a ponta do ´┐Żsquio, ´┐Ż maior que sua altura na cernelha, na propor´┐Ż´┐Żo de 11/10. ´┐Ż a profundidade do peito ´┐Ż maior que a metade da altura na cernelha. ´┐Ż comprimento m´┐Żximo do focinho ´┐Ż igual a um ter´┐Żo do comprimento da cabe´┐Ża. ´┐Ż comprimento m´┐Żnimo do focinho ´┐Ż igual a um quarto do comprimento da cabe´┐Ża. ´┐Ż nos machos, o per´┐Żmetro cef´┐Żlico corresponde aproximadamente ´┐Ż altura na cernelha.


COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO:: antigo c´┐Żo de combate, o Dogue de Bordeaux, talhado para a guarda, que assume com aten´┐Ż´┐Żo e grande coragem, por´┐Żm, sem agressividade. Bom companheiro, muito apegado ao seu dono e muito afetuoso. Calmo, equilibrado, com alto limiar de est´┐Żmulo. O macho geralmente tem um car´┐Żter dominante.

Fonte : CBKC - Link para o padr´┐Żo CBCK da ra´┐Ża DOGUE DE BORDEAUX


    ´╗┐

    ou selecionando abaixo :

    Se voc´┐Ż tem um canil e deseja ter seus contatos aparecendo nesta pagina ,
    entre em contato conosco. ( exemplo de canil cadastrado )

    DOGUE DE BORDEAUX

    Canil Cadastrado

     
    Kennel Club Campineiro Email Kennel Club Campineiro ConfederašŃo Brasileira de Cinofilia (CBKC) FÚdÚration Cynologique Internationale FÚdÚration Cynologique Internationale Royal Canin